quinta-feira, 30 de abril de 2009

Joaquim Agostinho - 25 anos

Faz hoje 25 anos que um cão roubou ao pelotão o melhor ciclista português de todos os tempos, Joaquim Agostinho.

Na manhã do dia 30 de Abril de 1984, o pelotão da 10ª Volta ao Algarve entrava na Avenida Infante de Sagres, Quarteira, para a discussão da quinta etapa da prova. Dois cães atravessaram-se no caminho do pelotão e Joaquim Agostinho, com a camisola amarela vestida, caiu, embatendo com a cabeça no solo. A tenacidade e a teimosia do corredor levaram-no a cortar a meta, amparado por um colega.

Só à hora de almoço, Joaquim Agostinho acedeu a ser visto num hospital. Foi transportado para o hospital de Loulé, onde a máquina de radiografias não estava operacional. Transferido para Faro, foi-lhe ali detectada a fractura com afundamento do osso parietal direito. Sem serviços clínicos aptos para tratarem o campeão das duas rodas em Faro, tratou-se da transferência de Agostinho para Lisboa. A viagem de helicóptero necessitava de tanta burocracia, que a opção recaiu numa viagem de ambulância para a capital.

Joaquim Agostinho esteve internado, em coma, durante dez dias. O óbito seria declarado às 9h37 do dia 10 de Maio. O país, comovido com a pouca sorte do seu herói, fez-se representar no funeral, onde uma multidão emocionada se despediu de Agostinho.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Primeiro hotel «low-cost» abre em Lisboa

Abre este mês em Lisboa, o primeiro hotel «low-cost», dirigido a jovens e turistas que voam em companhias de baixo custo.

Situado na Rua Dr. Luís de Almeida e Albuquerque, no número 6, nas instalações da antiga Pensão Residencial Santa Catarina no Bairro Alto lisboeta.

O hotel de baixo custo da capital dirige-se a um público jovem, aos frequentadores do Bairro Alto e da Bica, aos estrangeiros que voam em companhias de baixo custo e a estudantes.

A nova unidade hoteleira, que vai dispor de 72 camas, pertence ao grupo Evidência, que tem já um hotel do mesmo tipo no Porto.

O lema do hotel é «faça a sua cama a partir de 27 euros», valor que dá direito a uma embalagem, com a qual o cliente assume o seu quarto, limpa a casa de banho e faz a cama como lhe convém.

Mas há pacotes complementares, que incluem desde o uso da Internet ao pequeno-almoço, que são pagos à parte.

terça-feira, 28 de abril de 2009

Foi assim...

... que demos o "pontapé de saída"!
Finalmente realizámos o primeiro Jantar das Primas :)

Para os mais curiosos: foi ontem, dia 27 de Abril de 2009 e, para começar, escolhemos o Churrascão 2, em Famões.

Pelas mais diversas razões fomos poucas... mas Boas! Certamente que para a próxima seremos mais... e melhores :)


As fotos obviamente não são suficientes para demonstrar o quanto nos divertimos, mas aqui fica um dos bons momentos.

O próximo jantar ainda não foi marcado, mas em breve haverá mais noticias. Tentaremos uma data que seja viável para todas...

Primas, estejam atentas!

Lisa Ekdahl

Lisa Ekdahl é um dos nomes da nova geração de cantoras que se movem com igual à vontade nas áreas da pop e do jazz. Frequentemente comparada a cantoras como Norah Jones, Diana Krall, Stacey Kent ou Jane Monheit, conta com dez álbuns.


Em 1990, Lisa Ekdahl começou a cantar jazz com o trio do pianista Peter Nordahl. Com 23 anos, compositora e letrista das próprias canções, lançou o álbum de estreia, homónimo, que a catapultou para a fama no país natal, atingindo a quádrupla platina ao fim de alguns meses.


A sua voz conquistou milhares de admiradores por toda a Europa, especialmente a partir das gravações do repertório "standard" norte-americano com o trio de Peter Nordahl, no disco "When Did You Leave Heaven".

Mais tarde, gravou dois discos de pop: "Med Kroppen Mot Jorden" e "Borton Det Bla", em 1996 e 1997, respectivamente.


Em 1998, o álbum "Back to Earth", de "standards" do jazz, o segundo gravado em Inglês, consagrou-a. Exemplo disso é o facto de a coreógrafa alemã Pina Bausch ter escolhido algumas das suas canções para integrar o alinhamento dos espectáculos que deu recentemente em Lisboa.


Mais recentemente, Lisa Ekdahl regressou às criações originais, destacando-se o trabalho com o "songwriter" e guitarrista Salvadore Poe. As sonoridades pop com influência da bossa nova são, agora, a prioridade.


http://www.lastfm.com.br/music/Lisa+Ekdahl/Sings+Salvadore+Poe


segunda-feira, 27 de abril de 2009

PSP impõe número de detenções mínimo por esquadra

Há muitas esquadras no país que têm tabelas com números mínimos de detenções a efectuar até ao final deste ano, noticia o “Jornal de Notícias” na sua edição de hoje.

A medida está a gerar mal-estar entre os polícias, uma vez que não foram indicados números mínimos de detenções nalgumas zonas de Lisboa e Porto, nomeadamente para as esquadras que servem a área da Assembleia da República e a área da Torre das Antas.

Turkish Gillett

video

sábado, 25 de abril de 2009

25 de Abril - Liberdade...

As histórias que os mais velhos contam dos tempos da ditadura. Histórias vividas algumas na 1ª pessoa.
Histórias de medo, desconfiança, censura, perseguições, miséria, fome, carências e de uma guerra sem sentido.
Quem nasceu em Democracia, obviamente não imagina como era viver no Portugal pré-25 Abril.
Por isso, sim, acho que este país deve muito aos
militares que fizeram a revolução de Abril.
Deram-nos a
liberdade e a democracia.
Depois vieram os políticos
incompetentes e corruptos e deram cabo disto, se não fosse a crise mundial, seria outra coisa...
Se calhar, estamos a precisar de outra revolução... Mas, haverá Homens para isso?

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Convocatória... às Primas!

Olá a todas!
Meninas, finalmente vamos realizar o Jantar das Primas!

É já na próxima 2ª feira, dia 27 de Abril de 2009. Será em Odivelas, por volta das 20h30, em local a designar (entre nós... claro que não tornaremos público!)

Contamos com a presença do maior número possivel de primas :)

Por favor digam alguma coisa para mim ou para a Paula, que me está a ajudar na "organização"!


Primas... estão oficialmente convocadas!!!

O português é assim...

video

Clube de Caçadores "Os Unidos de Paialvo"


http://www.clubedecacadoresosunidosdepaialvo.blogspot.com/

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Droga ou alimento?

Não será nem um nem outro! Não se encaixa no verdadeiro conceito de alimento porque não é propriamente um dos alimentos mais satisfatórios quando estamos com fome. Poderá ser capaz de provocar alguma sensação de saciedade, mas não por muito tempo.

São conhecidos os efeitos fisiológicos deste “amigo de todas as horas” que consola e apoia nos momentos mais complicados. Estão provadas as semelhanças entre o chocolate e a canabis; tal como ela, também o chocolate suscita momentos de maior sensibilidade e euforia, activando (no cérebro) certos receptores canabinoides!

Uma substância à partida inofensiva mas que tem mantido o seu estatuto bem elevado ao longo dos tempos.

Só muito recentemente alguns cientistas começaram a por em causa o efeito dessa divina substância no organismo; chegam mesmo a usar a designação “chocoholism” para expressar a incapacidade de renunciar ao chocolate. Muitas pessoas comem e abusam do chocolate em segredo, da mesma forma que outros abusam no consumo de álcool e outras drogas. As suas características orosensoriais, como o sabor, o cheiro e a textura, são a principal explicação para esses consumos vorazes de chocolate.

Além disso, a temperatura a que o chocolate funde é aproximadamente 37º C, a mesma do nosso corpo; por isso é que quando o metemos na boca ele derrete lentamente, provocando uma enorme sensação de prazer!

AdC: Não há cartel no preço dos combustíveis!!

Os preços dos combustíveis em Portugal acompanham a tendência internacional e o facto dos postos terem preços semelhantes deve-se a um paralelismo de comportamento e não à existência de concertação, conclui o estudo aprofundado da Autoridade da Concorrência.

O relatório final sobre os Sectores dos Combustíveis Líquidos e do Gás Engarrafado em Portugal, que está a ser apresentado pelo presidente da Autoridade da Concorrência (AdC), Manuel Sebastião, no Parlamento conclui pela inexistência de práticas ilícitas a nível concorrencial.

"Em Portugal, para o período de 2004 a 2008, os preços médios antes de impostos no retalho tenderam a ajustar-se completamente às variações de preços de referência internacionais (Platts) com um desfasamento de quatro a cinco semanas no gasóleo e de cinco a seis semanas na gasolina IO95", referem as principais conclusões do relatório.

"Em Portugal, observa-se um paralelismo de comportamentos, quer pelas empresas petrolíferas, quer pelos operadores independentes. No entanto, este paralelismo de comportamento, por si só, não indicia uma prática concertada de fixação horizontal de preços", conclui ainda.

Segundo a AdC, a homogeneidade dos produtos e a transparência dos mercados faz com que todos os operadores tenham a mesma informação sobre os preços em tempo real.

Estas características, que já foram reconhecidas pela jurisprudência comunitária, refere a AdC, "inviabilizam a possibilidade de demonstrar e sustentar perante os tribunais que tal paralelismo de comportamento não configura uma adaptação inteligente às condições do próprio mercado e, como tal, não seja possível na ausência de concertação".

Tal como conclui que os preços em Portugal seguem os preços de referência internacionais, o estudo aprofundado da AdC, assinala ainda que os preços nacionais não se afastam muito da média da União Europeia.

Este estudo, que, tal como prometido, analisa todo o ano de 2008, confirma também uma das conclusões dos anteriores relatórios: que existe um desfasamento no ajustamento dos preços em Portugal face às cotações internacionais e que nas subidas os preços se ajustam mais rapidamente do que nas descidas.

No primeiro caso, a AdC refere que esse é o comportamento de ajustamento praticado também na Europa.

No segundo, refere que o facto dos preços subiram uma semana mais cedo do que o que descem é também uma prática que acontece em vários mercados e que "não é necessariamente um problema de natureza concorrencial".

Para além disso, refere a AdC, apesar de existir esta assimetria de uma semana, os preços tendem a "a ajustar-se completamente à subida dos preços de referência internacionais".

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Passeio BTT

Pedaladas:
10 Pedaladas (Passeio + Reforço alimentar + Banho + "Lavagem das gingas" + Lembrança + Almoço)
8 Pedaladas (Passeio + Reforço alimentar + Banho + "Lavagem das gingas" + Lembrança)
8 Pedaladas (Só almoço)
O Passeio inclui seguro

Prazos de Inscrição: 15ABR2009

Métodos de inscrição:
Para os Telemóveis: 964 898 199, 968 552 443, 917 466 217 ou para o email
meiapedalada.ccr@gmail.com;
Indicar nome completo, nº de BI, data de nascimento, equipa/individual, com ou sem almoço, localidade, contacto (tm, email);
Pagamento através de transferência bancária para o NIB 0035 0813 0005 1527 5005 4 (enviar comprovativo para o email indicado)

Local de Secretariado/concentração:
08h00 - Centro de Cultura e Recreio de Charneca da Peralva


Ínicio dos passeios: 09h00

Entidade Responsável
Centro de Cultura e Recreio de Charneca da Peralva/Secção de BTT "Meia Pedalada" & Centro Social e Paroquial de Paialvo.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

PARABÉNS!! 57º Aniversário



Parabéns à Tia Maria e ao Tio António, que completam hoje o 57º aniverário de matrimónio.

Votos de muita felicidade!!!



terça-feira, 14 de abril de 2009

"À ESPERA DE GODOT" de Samuel Beckett

À Espera de Godot é uma história sobre "dois gajos que estão à espera de outro que nunca mais chega".

É assim que Gregory Mosher, um importante encenador Beckettiano, resume Godot. E continua, dizendo que "o que faz de Beckett tão poderoso é exactamente a sua habilidade para condensar a experiência de um século apocalíptico dentro de uma história simples. Ele comprime o universo num átomo, que depois explode na nossa imaginação".

Em À Espera de Godot espera-se por nada e esse nada, é o que de facto existe. O resto, o tudo, são as palavras, as coisas e as pessoas para as quais (e de quais) elas falam. E essas são o que são. Estão lá e existem por si só. Servem para realçar o contrário. Servem para dar sentido ao medo que sentimos quando não sentimos o sentido das coisas. Servem para nos lembrar de que entre elas (e entre elas e as coisas) existe esse enorme e poderoso vazio, cheio de tudo e de nada, que desconhecemos e imaginamos, que antecipamos e receamos e que, inútil e insistentemente, procuramos compreender."

quinta-feira, 2 de abril de 2009

António Damásio

Médico neurologista e investigador português, nascido em 1944 e radicado nos EUA desde 1975, é director do Departamento de Neurologia da Universidade de Iowa, com categoria de Van Allen Professor e catedrático, para além de leccionar como Adjunct Professor no Salk Institut, em La Jolla, na Califórnia.
No Iowa, com sua mulher, Hanna, promoveu a criação de uma importante unidade de investigação para o conhecimento da actividade cerebral e suas relações com a memória, linguagem, emoções e os mecanismos de decisão. Trata-se de um dos principais laboratórios de neurociências cognitivas - relação cérebro-mente - do mundo científico. Damásio é também um conhecido conferencista da especialidade, tendo apresentado comunicações de grande qualidade em reputadas instituições científicas, seminários e congressos nos EUA.

Desde 1981, é maitre de conferences em neurologia do comportamento na famosa Universidade de Harvard, no mesmo país. É também membro de diversas academias e instituições americanas e europeias, como a National Academy of Sciences, a American Academy of Neurology e a European Academy of Sciences and Arts, para além da Academy of Aphasia e da Behavioral Neurology Society, das quais foi presidente. Desde 1997, com sua mulher, é membro da National Academy of Sciences and Arts. A sua investigação tem sido determinante na especialidade da neurologia - em que é um dos mais importantes cientistas do mundo - o que tem proporcionado a António Damásio uma série de distinções e prémios nos EUA e na Europa. Em 1990 recebeu da American Medical Association o prémio William Beaumont, sendo agraciado, para além de outros de menor nomeada, com o Golden Brain Award em 1995. Neste ano, a revista americana Time dedicou-lhe uma capa e um artigo de oito páginas. Em Portugal, conjuntamente com sua mulher, foi distinguido com o Prémio Pessoa em 1992.

São inúmeros os seus artigos publicados em revistas científicas, para além das suas comunicações em reuniões e congressos internacionais, mas Damásio tem também brilhado em publicações de maior envergadura e voltadas para um público mais vasto. Uma delas, O Erro de Descartes, saído do prelo em 1995, foi um êxito de vendas, tendo sido traduzido para 17 idiomas. No Outono de 1999, lançou o livro, The Feeling of Happens, cujo título português é O Corpo e a Emoção na Construção da Consciência e em 2000 lançou o livro O Sentimento de Si.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Em Abril, Mil e um passos de dança…


Na Academia Musical 1º de Junho de 1893 (Lumiar), o mês de abril abre com ritmo, sensualidade, exotismo e dança, muita dança. O fim-de-semana começa já amanhã com a:

6ª FESTA ÁRABE
Dança do Ventre – Bellydance – Dança Oriental


No sábado 04 de Abril, uma tarde inteiramente dedicada aos ritmos orientais num
curso intensivo da dança do ventre.
À noite, uma viagem ao calor do continente africano e sul-americano, na
Festa de dança de Abril, Salsas e Kizombas Mil.




Para informações:

TELMA LOPES

96 859 34 47

academialumiar@gmail.com


Confere toda a informação também em:

www.lumiar-danca-oriental.blogs.sapo.pt




Preço de entrada:

Zero € (Participantes na mostra de dança oriental)

2,00 € (Sócias)

3,00 € (Sócios e Convidadas)

5,00 € (Convidados)

6,00 € (Não sócios)


Há também aulas ministradas pela professora Cris Aysel, todas as terças-feiras das 19h30m às 20h30m e quintas-feiras das 22h00m às 23h00m, apareçam e experimentem!!! A 1.ª aula é grátis e sem compromisso...

Abril - Dias comemorativos

1 Dia das Mentiras

2 Dia Internacional do Livro infantil







7 Dia Mundial da Saúde

8 Dia Mundial da luta contra o cancro / Dia Mundial da Astronomia

13 Dia Mundial da Imprensa

16 Dia Mundial da Voz

22 Dia Mundial da Terra







23 Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor / Dia Mundial do Escuteiro

25 Dia da Liberdade


26 Dia Mundial da Propriedade Intelectual

29 Dia Mundial da Dança


Aniversários de Abril

Em Abril temos os seguintes aniversários:



Maria José Peres 03/Abr
Tio Manel 04/Abr
Hugo Antunes 15/Abr
Tia Beatriz 15/Abr
Rafael 16/Abr
Tio Morgado 18/Abr

Dia das mentiras


Dia das mentiras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Há muitas explicações para o 1 de abril ter se transformado no Dia da Mentira ou Dia dos Bobos. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril.

Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano iniciaria em 1 de abril. Gozadores passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries.

Em países de língua inglesa o dia da mentira costuma ser conhecido como April Fool's Day ou Dia dos Tolos, na Itália e na França ele é chamado respectivamente pesce d'aprile e poisson d'avril, o que significa literalmente "peixe de abril".

No Brasil, o 1º de abril começou a ser difundido em Pernambuco, onde circulou "A Mentira", um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1848, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. "A Mentira" saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.