quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Gorongosa - O Paraíso Perdido de África

Localizado entre as provincias de Manica e Sofala, existe como reserva de caça desde 1921. Hoje o Parque Nacional de Gorongosa, com 5300 km2 de área, alberga mais de 500 espécies de animais selvagens, entre os quais leões, leopardos, elefantes, hipopotamos e búfalos.

O Parque foi nos anos 60, uma reserva de referência internacional (e um local muito visitado e bastante "querido" pelos portugueses), tendo sido completamente devastado durante os anos da Guerra da Independência e da Guerra Civil entre as forças da RENAMO e da FRELIMO. Ao conhecer a dura realidade do Parque, quer a nível social (pela extrema pobreza e situação de doenças das populações locais), quer a nível ecológico (pela extinção de 90% das espécies animais), Greg Carr apresentou ao Governo de Moçambique um projecto de parceria para a restauração deste ecossistema, com o objectivo último de ajudar o Parque a atingir o seu equilíbrio e modo de sustentabilidade próprio e tendo como imperativo a preservação da biodiversidade - fauna e flora numa relação construtiva. Este arrojado desafio inclui a promoção do equilíbrio ambiental (recuperação das espécies animais), o desenvolvimento social (bem-estar das populações circundantes) e o progresso económico (projecto de eco-turismo como fonte da sustentação global do Parque).

Um filme com 50 minutos, produzido pela televisão norte-americana National Geographic, mostra alguns dos distintos ecossistemas bem como a fauna brava do Parque, observáveis em diferentes períodos do ano.

A longa-metragem mostra extraordinárias imagens das pradarias salpicadas por áreas de acácias, a savana com lagunas repletas sazonalmente pelas chuvas e montículos erguidos pelas térmitas, os planaltos com miombo e floresta montanhosa. Também ilustra uma variedade de herbívoros, carnívoros, répteis e espécies de aves exóticas, variedades da biodiversidade que deixarão a assistência em apoteose total.

Este documentário, gira em torno do projecto de restauração do Parque, uma iniciativa conjunta do Governo de Moçambique e do filantropo americano Greg Carr, mostrando a evolução de diferentes ecossistemas, bem como a fauna bravia do Parque, observável em diferentes períodos do ano.

'O Paraíso Perdido de África' foi produzido por James Byrne e contou com a operação de câmaras de Bob Poole, Andy Casagrande, Tim Wege e outros. As filmagens decorreram entre Janeiro de 2008 e Maio de 2009.

O “Africa's Lost Eden" (“Paraíso Perdido de África” em Português), começará a ser exibido nas televisões de todo o Mundo a partir de Fevereiro de 2010 e posteriormente, o documentário em formato DVD, estará à venda ao público a um preço ainda não estipulado.

A direcção do Parque espera com a divulgação do filme no próximo ano uma promoção da imagem da área de conservação mais abrangente ao nível internacional, o que poderá implicar uma maior afluência de turistas cativados pela diversidade da fauna bravia e das paisagens míticas escondidas num dos mais importantes tesouros da “Pérola do Índico” - Moçambique.

Próxima Exibição no NGM:

Repetição:
quinta-feira 25 de Fevereiro às 22:15
sexta-feira 26 de Fevereiro às 01:50

http://www.gorongosa.net/

http://www.youtube.com/watch?v=ijoYyrWjaEg


video

Nenhum comentário: